Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019    Responsável: Jota Oliveira    Fone: 67 9988-5920

Sanesul vai investir R$ 8,6 milhões em equipamentos e veículos pesados


Investimento contribui para que funcionários da estatal prestem melhores serviços para a população
Pátio da Sanesul em Campo Grande. Máquinas e veículos novos foram adquiridos em dezembro de 2018. (FOTO: Assessoria)

Na lista das melhores empresas do país, a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) deu mais um passo que comprova a sua gestão estratégica para gerir serviços que impactam diretamente a saúde pública, a preservação ambiental e o desenvolvimento social e econômico do Estado.

A estatal anunciou nesta terça-feira (18) que irá investir R$ 8,6 milhões na aquisição de equipamentos e veículos pesados que serão destinados às unidades operadas pela empresa.

De acordo com o diretor de administração e finanças, André Soukef, esse investimento será para a aquisição de máquinas e equipamentos que vão auxiliar na execução de serviços de operação e manutenção dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário.

"Investimentos em máquinas e equipamentos, além de melhorar a qualidade dos serviços prestados, também contribuem para diminuição de custos de manutenção e reposição de frota", explica o diretor.

Dados da diretoria da Sanesul apontam que anualmente são emitidas mais de 60 mil ordens de serviço. Desse total, 75% são referentes a serviços de conserto e manutenção nos sistemas.

"Para atender toda essa demanda atual e futura é necessário investir continuamente em equipamentos modernos e na renovação da frota. São investimentos importantes que asseguram um melhor serviço prestado à população e ao Meio Ambiente", destacou o diretor-presidente Walter Carneiro Junior.

Os recursos para investimento foram pleiteados pela Sanesul por meio de linhas de Financiamento do Fundo Constitucional do Centro Oeste (FCO). A estatal teve seus pleitos aprovados em função do seu papel institucional e de condições financeiras favoráveis para essa operação. (Texto: Ascom Sanesul).

 


Fonte: Ascom Sanesul